CONTINUAMOS UMA EQUIPA E VAMOS CONTINUAR A TER IDEIAS E MUITA VONTADE. - PODEM CONTAR CONNOSCO !!!


20 setembro 2009

CULTURA - CASA DA CULTURA DE MINDE

O Cine-Teatro de Minde está obsoleto e a direcção da Casa do Povo de Minde tem um projecto audacioso para ampliação e reforma total. Por sua vez o CAORG e a SMM estão a apreciar um projecto proposto pela CMA para o Largo das Eiras.
Dois projectos distintos, dois projectos isolados. Mas podem ser conciliáveis.



Como o NOVO RUMO se opõe à ocupação do Largo das Eiras, entendemos apresentar uma proposta à Freguesia de Minde que consideramos muito lógica e viável.
Em vez de cada santo ter a sua capelinha e o seu auditório, porque não resolver as duas obras com uma solução integrada, com bom senso, a qual dotaria Minde de um verdadeiro Centro Cultural. Uma obra com dimensão e referência regional.

A solução passaria por construir o Conservatório de Música e a Sede da SMM num imóvel a edificar onde agora existem as chamadas escolas pré-primárias, interligando estas duas infraestruturas (cine-teatro e música) num edifício único, e que no futuro albergaria ainda o Centro de Investigação Linguística.

Estrategicamente bem localizado, com uma cuidada concepção arquitectónica, entendemos que um imóvel desta natureza poderá ser um excelente ex-libris de Minde, e até uma obra de referência regional e identificadora de Minde como Terra de Cultura.



Temos a visão arquitectónica que se conseguiria uma anexação bastante interessante, aproveitando a altura de três pisos para criar um edifício, com bastante área útil, funcional, cujos pisos superiores seriam quase suspensos (em consola) e elevados do solo, aproveitando grande parte do piso térreo para estacionamento e acessos pedonais, com a particularidade de se criar um razoável número de lugares. Além disso poderá comportar uma enorme cave para os mais diversos destinos.

Imaginamos um edifício moderno, com àreas privadas para os diversos utentes, mas com serviços públicos comuns, e uma maior rentabilização e utilização de espaços como o auditório, biblioteca, multimédia, áreas polivalentes, etc. Um edifício do séc XXI.



CONCLUSÕES:
- Três problemas de três colectividades resolvidos duma só vez, num projecto integrado, com grande dimensão e impacto, e com provável redução de custos, se atendermos aos custos necessário para duas obras isoladas inicialmrnte previstas.

- O Largo das Eiras continuará intacto e muito poderá valorizar o centro de Minde beneficiando, inclusive, a Casa dos Açores se for alvo dum bom arranjo paisagístico onde resulte um espaço útil e agradável de lazer.

- A Capela de St. António ganhará uma muito melhor exposição e, com algumas obras poderá ganhar excepcional valorização e referência local.

- Por inércia seria necessário a construção de um novo pré-primário público, cujas instalações certamente seriam mais adequadas do as que existem actualmente e pedem reformas urgentes, sabendo-se de antemão, que existem estudos para um centro escolar unificado.

- Todos sairiam a ganhar, Minde ficaria melhor servido, e…. com uma obra de referência que perdurará nos tempos. Será uma obra que certamente marcará um novo rumo na afirmação de Minde como Terra de Cultura.



NOTAS:
Esta é a solução que o NOVO RUMO apresenta, e estamos conscientes de que à primeira vista não reunirá consensos gerais e que a viabilidade dum projecto desta natureza não é fácil, não depende duma Junta de Freguesia, e só será possível reunindo o apoio da Câmara Municipal e conseguindo fundos de vários organismos.
Contudo, as dificuldades não nos assustam, porque estamos convictos de que esta será a solução ideal para o futuro cultural de Minde.
O NOVO RUMO não é um movimento conformista e está disposto a lutar acerrimamente para que esta obra venha a ser concretizável, mas só no caso da população de Minde vir a concordar e apoiar a mesma.
O futuro é já ali à frente, e o futuro exige projectos audaciosos, mas com sentido de viabilidade. E este projecto pode ser viável e de vital importância na afirmação e rentabilização da actividade cultural da nossa freguesia e do nosso concelho.
Em breve daremos mais pormenores sobre este projecto

3 comentários:

Anónimo disse...

Excelente projecto e excelente ideia. Quando os projectos são bons o dinheiro mais tarde ou mais cedo irá aparecer, e este projecto reune todas as condições para se fazer. Mindericos, vamos a isto!

Anónimo disse...

Com certeza que se consegue fazer um projecto de arquitectura e não um bunker, certo?

Dar à disse...

Mas por que razão agora em Minde tem que se deitar abaixo todos os edificios das escolas??? Está bem que a era do Estado Novo e escolas todas iguais já lá vai, mas não deixa de ser um marco da nossa terra.
Eu andei nas escolas da rua da farmácia e sinceramente não gostaria de vê-las desaparecer de um dia para o outro como aconteceu com as escolas do Largo das Eiras.
Renove-se o Cine-Teatro - concordo.
Juntar a SMM e o CAORG na mesma sede... não atentem contra a memória do Sr. Jaime Chavinha, esse Grande Homem.